segunda-feira, 11 de junho de 2012

Neocolonização

Neocolonização




Com a expansão do capitalismo industrial, se inicia o neocolonialismo da África, onde todas as potências da época tinham o objetivo de colonizar o continente.
Na Conferência de Berlim em 1884, onde as potências européias interessadas negociam a divisão da África, como se fosse propriedades deles, anulando e negando qualquer opinião ou presença de membros reais da comunidade africana, mais uma vez fadados e serem subjugados e tratados como mercadoria pelos europeus.
Com exceção da Etiópia e a Libéria, no inicio da Primeira Guerra Mundial, mais de 90% do continente africano, já estava sobre o domínio europeu. A divisão reforça o colonialismo bárbaro, anulando costumes, sua tradição e sua cultura africana, contribuindo para guerras internas, até hoje, realidade em muitas regiões do continente explorado.

Muitos países participaram da neocolonização, foram eles: Portugal, Espanha, França, Grã-Bretanha, Itália, Bélgica, Holanda e Alemanha.
Passaram se anos, onde os países europeus manipularam e se espalharam cada vez mais pelo continente que classificou a cultura, língua e história de cada país, além de guerras e conflitos internos causados pela colonização européia.






Postado por: Magali dos Santos Maronez

QUESTÃO
Anos seguidos de colonização europeia deixaram danos irreparáveis na África, onde os conflitos étnicos foram um dos principais. Por quê a neocolonização gerou tantos conflitos em diferentes pontos do continente africano?


7 comentários:

  1. 2. Podemos observar que a neocolonização da África gerou muitos conflitos internos no continente, pois as potencias europeias passou a exercer controle e autoridade sobre o território, cancelando a cultura e os costumes africanos para espalhar os seus, e assim colonizar o continente.

    Janaina N°20
    Mayara N°28
    Renata N°34
    Vanessa Nº39

    ResponderExcluir
  2. Com a neocolonização ouve muitos conflitos, pois as potências europeias dividiram o continente africano de acordo com as etnias e, nessa divisão ouve certos locais em que grupos diferentes que já eram rivais foram colocados em um mesmo local gerando mais conflitos do que antes.

    Janaina N°20
    Mayara N°28
    Renata N°34
    Vanessa Nº39

    ResponderExcluir
  3. Pois eles dividiram e juntaram povos por etnia e nem sempre isso dava certo, e os europeus tentaram acabar com a cultura africana implantando a deles.

    Clayton Nº08
    Deivid Nº12
    Diego Nº13
    Gunther Nº17
    Isac Nº18
    Michael Nº33

    ResponderExcluir
  4. Com a neocolonização o continente africano passou a ser mais reprimido do que já era com 90% de todo o território dominado pelos europeus.

    Clayton Nº08
    Deivid Nº12
    Diego Nº13
    Gunther Nº17
    Isac Nº18
    Michael Nº33

    ResponderExcluir
  5. Quando os europeus dividiram a África entre si, foi como se alguém que não conhecesse o continente pegasse seu mapa e traçasse as partes que gostaria de dominar com uma régua. Fica claro que não houve preocupações quanto aos resultados e consequências dessas ações.

    Ingrid nº18
    Karen nº22
    Mateus nº27
    Agatha nº42
    3ºB

    ResponderExcluir
  6. Com essas divisões e explorações dessas potências europeias pretendia-se fazer das áreas que seriam dominadas um comércio, e ao mesmo tempo buscar fornecimentos de matéria-prima.

    Ingrid nº18
    Karen nº22
    Mateus nº27
    Agatha nº42
    3ºB

    ResponderExcluir
  7. A divisão reforça o colonialismo bárbaro, anulando costumes, sua tradição e sua cultura africana, contribuindo para guerras internas, até hoje, realidade em muitas regiões do continente explorado.

    ResponderExcluir